Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Economizar energia é proteger o meio ambiente

Notícias

Economizar energia é proteger o meio ambiente

Divulgação

Divulgação

Na comparação do consumo de energia entre os anos de 2016 e 2017, a Esaf reduziu em 13% o consumo fora de ponta (horário comercial) e 6% no consumo de ponta. Estes percentuais representaram uma economia de mais de 63 mil reais (8%) no valor anual da fatura da Escola.

Os resultados foram possíveis apesar do aumento na frequência de alunos nos cursos, bem como da majoração nos preços das tarifas. O consumo de ponta está associado à melhor gestão no uso dos alojamentos (hospedagem) e à racionalização no uso do ar condicionado após às 18h.

Já no consumo fora de ponta, houve melhor administração do uso do ar condicionado de acordo com as temperaturas nas diferentes estações do ano. Além disto, a Escola contou com maior conscientização dos servidores, desligando a luz ao se ausentarem dos ambientes e mantendo portas e janelas fechadas para otimizar o uso do ar condicionado.

Estão em andamento também ações para uso de lâmpadas com menor consumo de energia, que deverão equipar, no curto prazo, os blocos A (direção-geral), as salas de aula dos blocos B, C e D e a biblioteca.

Todas essas ações são parte do Projeto de Eficiência Energética da Esaf, que hoje é classificado como projeto estratégico, sendo acompanhado, inclusive, pelo Escritório de Projetos do Ministério da Fazenda.
Veja o quadro demonstrativo da energia elétrica:

Consumo Ponta (kWh)Consumo Fora Ponta (kWh)Fatura (R$)
2016 104.660 1.241.606 R$       808.158,75
2017 98.573 1.085.381 R$       744.518,99
Diferença -6.087 -156.225 (-) R$      63.639,76
Diferença -6% -13% -8%


Conscientização é o caminho

Foi realizado na Esaf/Brasília, em setembro de 2017, o II Diálogo Finanças e Meio Ambiente – Seminário Internacional de Eficiência Energética e Compras Sustentáveis, com a presença de 150 participantes oriundos dos mais variados órgãos da administração pública.

A promoção do evento foi da Esaf, da Subsecretaria de Planejamento, Orçamento e Administração – SPOA/MF e da Agência de Cooperação Alemã GIZ.

O objetivo do seminário foi discutir práticas inovadoras sustentáveis no setor público, com ênfase na troca de experiências e estratégias em contratações públicas, eficiência energética em edifícios públicos e a otimização da qualidade do gasto público.

Ações como esta levam ao debate, troca de experiências e conscientização sobre o melhor uso dos recursos públicos e ações cotidianas que podem fazer muita diferença na redução de despesas, dentre elas as de energia elétrica.